Um pouco mais sobre os Nefilins e sua Origem.

Estou fazendo parte da pesquisa do livro Pandora: Controle Sobrenatural, no livro de Enoch. O livro de Enoch é um texto apócrifo que é mencionado por algumas cartas do Novo Testamento, mas especificamente em Judas, Hebreus e 2ª de Pedro.

O livro Pandora: Controle Sobrenatural não vai abordar tão especificamente o assunto, mas vai mostrar os Nefilins e seus poderes, Anjos e Anjos Caídos e outras criaturas sobrenaturais. A pesquisa de um livro faz com que o escritor conheça outros, e construa sua história no tempo e com as alterações que ficarem melhores para o texto final.

Só lembrando, o livro esta sendo escrito segundo minha visão, e fala dos dias atuais, onde o homem anda lado a lado com criaturas poderosas, milenares sem saber que elas existem. As acreditando mitos, ou fruto da mente fértil de um maluco, que fumou um cigarro mofado. Vamos aos fatos.

No que se refere à origem dos Nefilins, que falei no Post Sacramento, Uma Cidade Sobrenatural. Os Nefilins são a segunda geração dos filhos concebidos entre os Anjos Caídos e as mulheres mortais.

O texto fala que quando os homens se multiplicaram sobre a terra as mulheres se tornaram “elegantes e belas”. Os Anjos ao verem-nas se apaixonaram e as tomaram para si. O resultado dessa mistura foi chamado de Vigilantes ou Sentinelas. Seres gigantes violentos, depravados.

Parte do texto do capítulo 7

“1E aconteceu depois que os filhos dos homens se multiplicaram naqueles dias, nasceram-lhe filhas, elegantes e belas. 2E quando os anjos, (3) os filhos dos céus, viram-nas, enamoraram-se delas, dizendo uns para os outros: Vinde, selecionemos para nós mesmos esposas da progênie dos homens, e geremos filhos. (3) No texto aramaico lê-se “Sentinelas” (J.T. Milik, Aramaic Fragments of Qumran Cave 4 [Oxford: Clarendon Press, 1976], p. 167).

 

Um manuscrito grego acrescenta a esta secção:

“E elas [as mulheres] geraram a eles [as Sentinelas] três raças: os grandes gigantes. Os gigantes trouxeram [alguns dizem “mataram”] os Naphelim, e os Naphelim trouxeram [ou “mataram”] os Elioud. E eles sobreviveram, crescendo em poder de acordo com a sua grandeza.”

Segundo os textos tais criaturas foram exterminadas com o Dilúvio. As Sentinelas, ou gigantes, devoravam tudo que o homem produzia, quando os alimentos chegaram ao fim, eles passaram a devorar homens, a fauna e a flora disponível. E por fim beberam o sangue dos homens.

 

O que podemos ver, é que essa parte do mundo habitada pelos homens enfrentava uma espécie de “Caos” gerado pelos Anjos Caídos. E havia nessa confusão homens bons e maus, um deles chamava-se Noé, é, o Noé da Arca. Daqui a pouco falo mais sobre ele. Enquanto isso na terra, o clamor dos homens que sofriam, e dos mortos pelos Gigantes, que agora eram almas nos portões do céu, clamavam por justiça. Ou seja, a confusão chegou à mesa do chefe.

 

Miguel, Gabriel, Radael, Suryal, e Uriel, que parecem não dormir no ponto ouviram e viram a confusão e o sangue derramado, e rapidinho reportaram tudo a Deus.

 

Os dois responsáveis por esse Caos, provocado pela mistura de homens e anjos foram Azazel e Shemhazai, com eles estavam mais duzentos engraçadinhos. Eles não só copularam com as mulheres, como também ensinaram aos homens diversas coisas, que ao que parece, eram proibidas. Tais como:

 

  1. Fazerem espadas, facas, escudos, armaduras, a fabricação de espelhos, a manufatura de braceletes e ornamentos, o uso de pinturas, o embelezamento das sobrancelhas, o uso de todo tipo selecionado de pedras valiosas, e toda sorte de corantes, para que o mundo fosse alterado. Sortilégios, e divisores de raízes, observação das estrelas, sinais.

 

Ou seja, os anjos nos ensinaram muito.

Cansado da confusão, morte e depravação Deus tomou medidas enérgicas. Literalmente mandou um aviso por Uriel:

“– Diz a eles em Meu nome: Esconde-te”.

A mensagem foi bem clara, o bicho vai pegar. Mandou Uriel visitar Noé, olha ele ai, e lhe avisar que destruiria sua criação com um dilúvio. Imagina só você receber uma notícia dessas? Barra. Não da para censurar, ele ficou triste com sua criação e estava tentando fazer uma limpeza geral, por ordem na casa. Então Uriel ensinou a Noé como escapar da destruição com sua família, que seguia os desígnios de Deus e eram puros e justos. Mas Deus não parou por ai não.

“– Rafael: Amarra a Azazyel, mãos e pés; lança-o na escuridão; e abrindo o deserto que está em Dudael, lança-o nele. Arremessa sobre ele pedras agudas, cobrindo-o com escuridão, Lá ele permanecerá para sempre; cobre sua face, para que ele não possa ver a luz. E no grande dia do julgamento lança-o ao fogo”.

 

Foi brincar com o chefe porque quis. Coisa bem parecida aconteceu com o Shemhazai. Daí em diante Deus restaurou a terra livrando-a de toda a iniqüidade. Os detalhes completos você pode achar no livro de Enoch, vou parar por aqui, porque Deus quando fala, fala bastante e com detalhes.

O assunto Nefilins é interessantíssimo, eu já estava com a ideia do livro guardada desde 2003, quando escrevi alguns dos primeiros capítulos e guardei para lutar com a publicação do segundo livro da série Alma e Sangue.

Breve falarei das outras criaturas que estarão em Sacramento, cidade fictícia onde o céu e o inferno parecem bem reais.

Beijos mordidos!

Anúncios